Todo o Carmelo confia em 

tal Mãe.

Por que temer?

Onde ela pousa seus olhos, brotam fartura e prazer.

                                                                      (Da Liturgia)